MGE Transmissão S.A.

A MGE Transmissão S.A. possui a concessão para a construção, montagem, operação e manutenção das INSTALAÇÕES DE TRANSMISSÃO das LT´s Mesquita – Viana 2 e Viana 2 – Viana e da SE Viana 2, referentes ao Lote G do LEILÃO 005/2009 – ANEEL. Essas instalações de Transmissão compreendem:

 

  • Construção da Linha de Transmissão MESQUITA – VIANA 2, Circuito Simples, em 500 kV, com extensão aproximada de 252 km, localizada nos estados de Minas Gerais e Espírito Santo;

 

  • Construção da Linha de Transmissão VIANA 2 – VIANA, Circuito Duplo, em 345 kV, com extensão aproximada de 8km, localizada no estado do Espírito Santo;

  • Construção da Subestação de VIANA 2, em 500/345 kV – 900 MVA, também localizada no Estado do  Espírito Santo.

 

  • Ampliação da SE VIANA, de FURNAS Centrais Elétricas S.A., em dois vãos de linha;

 

  • Ampliação da SE MESQUITA, da CEMIG, em um vão de linha;

 

A MGE Transmissão S.A. assinou o Contrato de Concessão de Transmissão 008.2010 com a ANEEL em 12.07.2010, assumindo o compromisso de energizar as instalações acima em 24 meses. A LI foi concedida pelo IBAMA em 15.07.2011, com um mês de atraso em relação ao cronograma compromissado pela ANEEL e o Terreno necessário a construção da SE Viana 2 só foi liberado em 18.11.2011, através de acordo judicial com o proprietário, dentro da ação de desapropriação movida pela MGE.

 

Em 21.03.2012 a MGE protocolou na ANEEL a correspondência DT.E.153/12.GT, solicitando formalmente a prorrogação de prazo para entrada em operação comercial do Empreendimento até 17.12.2012, 13 meses após a liberação do terreno da SE Viana2.

 

 

A MGE Transmissão S.A. assinou o CPST - Contrato de Prestação de Serviços de Transmissão nº 018.2010 com o ONS em 08.09.2010, estabelecendo os termos e as condições que irão regular os aspectos de administração e coordenação, por parte do ONS, da prestação de SERVIÇOS DE TRANSMISSÃO pela TRANSMISSORA aos USUÁRIOS e dando autorização ao ONS para representar a TRANSMISSORA, nos termos do Contrato. Foi emitido o Termo Aditivo nº 1 do CPST, com vigência a partir de 1/7/2012, corrigindo a Receita Anual Permitida (RAP), assim como as capacidades de curta e longa duração vinculadas às instalações integrantes da REDE BÁSICA.

© 2019 Goiás Transmissão S.A. / MGE Transmissão S.A.